Resenha: A Geografia de Nós Dois, de Jennifer E. Smith - Acampamento da Leitura

14/07/2020

Resenha: A Geografia de Nós Dois, de Jennifer E. Smith


Após assinar o Kindle Unlimited, resolvi participar do Pamdle, um clube de leitura conjunta mediado pela Pam Gonçalves. Recentemente, eu não estava lendo quase nenhuma obra de romance, então, o fato de a escolha do clube para o mês de julho ter sido A Geografia de Nós Dois, da Jennifer E. Smith, foi uma ótima oportunidade para que eu pudesse ter contato com um gênero diferente dos que eu tenho lido ultimamente.

Quando um blecaute acontece subitamente em Nova Iorque, Lucy e Owen acabam ficando presos no elevador do prédio em que moram. Até aquele momento, os dois não se conheciam diretamente, mas sabiam alguns fatos sobre a vida um do outro. Apesar de ser um prédio de luxo, Owen mora no subsolo, em um apartamento destinado ao administrador do prédio (cargo conferido ao seu pai recentemente). Lucy, por sua vez, é moradora do vigésimo quarto andar e seus pais estão frequentemente viajando, deixando-a sozinha em casa.

Durante o breve espaço de tempo em que ficaram presos no elevador, os dois desenvolveram uma certa conexão. Quando conseguem sair, por estarem sozinhos em seus respectivos apartamentos, resolvem comprar alguns mantimentos para enfrentar o apagão juntos e se dirigem ao terraço do prédio e compartilham suas experiências pessoais e gostos sobre inúmeros assuntos. Quando a luz retorna, o caminho dos dois se separa de uma maneira totalmente inesperada. Apesar disso, o sentimento que surgiu naquele dia só aumenta. Como diz na sinopse: onde mora o amor? E pode esse sentimento resistir à distância?

"Porque é isso que acontece quando se está com alguém assim: o mundo se encolhe e toma a proporção correta. Moldando-se para comportar apenas as duas pessoas, e nada mais."

Eu não esperava muito do livro, até porque eu já imaginava, pela premissa, que se tratava de uma obra repleta de clichês de romance. Não é um gênero que eu leio com frequência, mas sempre que leio acabo gostando porque me tiram de uma possível ressaca literária em que eu esteja, uma vez que são leituras leves e rápidas. Sendo assim, eu afirmo que a minha experiência com A Geografia de Nós Dois foi bem satisfatória.

Um dos pontos altos da história, na minha opinião, é o modo como a relação dos protagonistas com seus respectivos pais vai mudando com o decorrer da trama. No início, podemos observar que ambos se sentem muito sozinhos, em especial Lucy, cujos pais estão sempre viajando, e os irmãos, que eram sua companhia, se mudaram de Nova Iorque em virtude da faculdade. Com a sucessão de eventos  da história, essa conexão entre filhos e pais vai aumentando e se tornando algo muito bonito.

O livro é narrado em terceira pessoa, um capítulo focando em Lucy e outro em Owen. A escrita da autora me agradou bastante também e achei que muito contribui para que a leitura flua, pois é bem leve e simples. Uma coisa que não me agradou, particularmente, foi a discrepância entre o tamanho dos capítulos: vinham seguindo um certo padrão de tamanho e, em certo momento, ficam tão curtos que mal ocupam uma página. Acho que esses capítulos curtos poderiam ter se juntado e formado algo mais harmônico, pois eles se completam... Mas, acredito que a autora deve tê-lo feito desse modo para respeitar a alternância de capítulos entre os protagonistas.

Em suma, foi uma leitura muito boa. Confesso que, em certos momentos, eu achei a história um pouco parada, mas alguns acontecimentos me instigaram a devorar o livro rapidinho, pois eu queria  muito saber o desfecho. Não é uma trama intensa, então, se é isso que você espera de A Geografia de Nós Dois, talvez o livro te decepcione... Porém, se o que procura é uma história delicada, na qual um sentimento de amizade improvável e repentino vai, aos poucos, se tornando algo maior, apesar dos obstáculos, certamente gostará bastante da obra.

É impossível não torcer para que os protagonistas fiquem juntos, então, talvez você queira descobrir o desfecho por si próprio lendo A Geografia de Nós Dois, já que este que vos escreve não dá spoilers aqui no blog 😂. Abraços!

A Geografia de Nós Dois | Jennifer E. Smith
Galera Record | 272 p. | 2016
Muito bom

21 comentários:

  1. Esse é um dos livros que eu queria muito ler durante minha adolescência mas que hoje corro deles! Eu sou do tipo que torce para que o casal NÃO fique junto na maioria das vezes, haha' (a relação tem que ter química, tem que me convencer muito para eu torcer a favor). Mas que legal esse detalhe da relação dos personagens com os pais, achei interessante - principalmente por causa do público-alvo do livro, que é adolescente e quase todo adolescente tem problemas com os pais... isso ajuda na aproximação do leitor com a história. Enfim, não é um livro que eu tenho vontade de ler hoje, mas que bom que sua experiência com o livro foi boa.

    Au revoir ♡
    Tecer Flores e Cheirar Livros

    ResponderExcluir
  2. Parece ser um livro interessante. Parabéns pela resenha, muito bem escrita.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  3. Oi, Gleydson como vai? Eu li este livro faz tempo e, lembro-me que eu não gostei tanto como imaginei que gostaria. Que bom que a leitura lhe agradou. Ótima resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiii,

    Eu adoro o Umlimited, tem sempre muitos títulos interessantes para a gente aproveitar. Não sabia deste clube de leitura da Pam, achei legal, mas eu sou péssima para participar destas coisas kkkkk Eu já estou de olho neste livro a algum tempo, mas mesmo a história sendo boa e agradando, eu acho que ia demorar muito para terminar de ler por causa das partes que são mais paradas, então eu tenho que estar em um momento de disposição para pegar para ler kkkk.

    Beijinhos....
    http://www.equipenerd.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Ainda não li nada da autora, mas sempre leio elogios sobre os livros dela.
    Fiquei curiosa com esse, apesar do cenário ser montado pra o que já se espera né, mais deve ser bom para aliviar a mente um cadinho desses tempos, né?
    Adorei a ideia do projeto.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  6. Eu lembro vagamente que tentei ler esse livro, mas que não gostei muito do início, eu até gosto de romances clichês,porém no momento não estou nessa vibe.
    Esse tipo de livro é realmente ótimo para curar ressacas literária,funciona pra mim também.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Eu também participo do pamdle mas não li esse livro porque não faz muito meu estilo e nossa, eu acompanhava o grupo e todo mundo tava bem desanimando e alguns até odiaram o livro, ainda bem que eu não li HAHAHAHAHAH
    Eu também não sou a maior fã de clichês então, sei lá né.
    Adorei sua resenha!!

    ResponderExcluir
  8. Oii!

    Eu não consegui ler esse livro ainda, mas já vi ele varias vezes no unlimited. Pela capa eu já imagino que seja algo beeem agua com açucar para curar uma ressaca, sabe?
    Gostei de saber um pouco mais do livro e não pretendo ler ele tão cedo.

    Beijinhos,
    Ani
    www.entrechocolatesemusicas.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu li um livro da autora a muito tempo atrás e gostei e até cogitei participar do Pamdle com esse livro, mas não consegui. Bom saber que a leitura te agradou, vou incluir na minha lista!

    ResponderExcluir
  10. Olá Gleydson,
    Já vi muita resenhas boas sobre esse livro, ele parece super fofo e gostoso de ler.
    É um livro que eu leria para curar ressaca, mas acho que no momento estou mais para aventuras e fantasias.

    Bjssss
    https://pensamentossoavento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Nós temos o mesmo gosto para gênero literário, como você, ler romances é sair da minha zona de conforto, mas acho essas leituras leves importantes quando estou passando por uma ressaca literária. Gostei da sua resenha, apesar de ser um livro clichê e previsível, eu daria uma chance pra ele.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  12. Oi, Gleydon.
    Achei bacana que você tenha se animado a sair da sua zona de conforto!
    Eu gosto bastante da escrita da autora e não me importo em nada com os clichês...
    Muito bacana os pontos que você apontou! O relacionamento com os pais é realmente algo que chama a atenção!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  13. Olá, Gleydson.
    Não sabia que tinha esse livro no Kindle Unlimited. Pena que minha assinatura venceu e não sei quando irei renovar hehe. Eu já li um outro livro da autora e gostei bastante, por isso creio que esse vai me agradar também porque aprece seguir o mesmo estilo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? AH quero muito ler esse livro. Também não espero uma história com tantos aprofundamentos ou que fuja muito do clichê que conheço, porém como amo algo do estilo, acredito que não me decepcione. Ficarei de olho para ver se me incomodarei com essa questão dos capítulos. Ótima resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi Gleydson, tudo bem?
    Eu fiquei muito animada para ler esse livro meseees atrás, isso porque muitos anos antes eu li A Probabilidade Estatistica do Amor à Primeira Vista, da mesma autora, e amei, então estava com altas expectativas. Acabou que não achei nada demais e abandonei a história, nem consegui chegar ao fim, rs.

    Os Delírios Literários de Lex
    Participe do Top Comentarista de Agosto!

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem? Eu ainda não li, embora comentem bem sobre a autora. O livro e bem curtinho, gostei do tema, talvez sem muitas expetativas eu curta rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  17. Olá! Eu participo de algumas leituras do pamdle porque tenho assinatura do KU, e em alguns meses gosto de diversificar as leituras mas, quando vi que seria um livro de romance juvenil e acabei desistindo, não estou no clima para esse tipo de leitura.

    Viviane Almeida
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  18. Não cheguei a ler esse livro da autora, li aquele da Probabilidade Estatística e gostei bastante.
    Esse andou muito tempo na tbr, mas como não ando me dando bem com young adult, vou deixar passar por agora
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  19. Como eu amo romances, essa história acaba por despertar meu interesse, mesmo que tenha inúmeros clichês (clichês geralmente são maravilhosos!kkkkk). Gosto de amizades que se transformam em amor aos poucos e com certeza vou querer ler essa história! Torcendo para que tenha um final maravilhoso, claro!rs

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem? Ah, que legal você fazer parte de um clube de leitura. Queria muito participar mas tenho algumas leituras atrasadas, preciso colocá-las em dia primeiro. Aliás, nem acompanho muito a Pam sempre vejo alguns comentários sobre ela mas nem sei quem é (sorry). Quanto ao livro gostei bastante do enredo. Quem não se prende a um clichê não é mesmo? Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  21. Ei Gleydson, blz?!
    Eu ja li esse e curti pacas também. É super gostoso de ler. E os personagens são muito envolventes. Os romances da Smith costumam ser assim mesmo. Eu li outro dela que amo também, A Probabilidade Estatistica de um Amor a Primeira Vista.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Subir