Resenha: A Aventura do Pudim de Natal, de Agatha Christie - Acampamento da Leitura

23/03/2020

Resenha: A Aventura do Pudim de Natal, de Agatha Christie



Primeiramente, preciso confessar que eu estava com muita saudade de ler Agatha Christie. Uma das metas que quero cumprir durante o presente ano é ler mais obras da rainha do crime. Como de costume, eu irei fazer um pequeno resumo da obra (sem spoilers, claro) e, em seguida, minhas considerações.

Publicado originalmente em 1960, A Aventura do Pudim de Natal traz seis contos policiais protagonizados por dois clássicos personagens de Christie: Hercule Poirot Miss Marple, esta protagonizando apenas o último conto. 

A primeira estória, A aventura do pudim de Natal, que dá nome à obra, acompanha o detetive Poirot relutante no caso do furto de um rubi. Neste, um jovem príncipe, prestes a se casar, acabou tendo a joia furtada por um descuido seu e, tentando evitar um escândalo, procura o detetive belga para solucionar o problema. Para isso, Poirot deve passar o Natal no casarão de uma família, fazendo-o relutar em aceitar a proposta, mas, por fim, se dá por convencido. O que ele não esperava era se deparar com um bilhete misterioso deixado em seu quarto, um pudim recheado de objetos e um suposto assassinato.

Em O mistério do baú espanhol, nos deparamos com o assassinato de um indivíduo durante uma festa, aparentemente, cometido pelo anfitrião. Quando o detetive lê sobre o caso no jornal, fica muito intrigado e não consegue parar de pensar a respeito. O que ele não esperava era que a esposa da vítima contrataria os seus serviços para provar a inocência do suposto assassino. Parecia impossível imaginar que o autor do fato fosse outrem que não o acusado, mas não para Poirot.

No terceiro conto, o detetive belga tenta resolver mais um caso de assassinato em que o único possível culpado já está preso. Em O reprimido, a esposa da vítima também não acredita que o indivíduo acusado tenha ceifado a vida de seu cônjuge, então, contrata Poirot, contando a este o porquê de suas suspeitas recaírem sobre outrem.


O caso das amoras pretas nos mostra Hercule intrigado com o caso de suicídio de um solitário senhor. Para o detetive, há grandes chances de se tratar de um assassinato, apesar de ninguém levantar tal hipóteses. Poirot irá, então, "dar seus pulos" para tentar fazer justiça por aquele indivíduo.

A penúltima estória, por sua vez, é uma das mais intrigantes, aparentemente. O sonho nos apresenta  mais um caso de suposto suicídio, no qual um rico senhor contrata Poirot para contar sobre um pesadelo que o tem atormentado constantemente, no qual se suicida em frente à janela de seu escritório. Poirot, por sua vez, não sabe o que fazer acerca disso e retoma sua rotina. Dias depois, o indivíduo se suicida nas mesmas circunstâncias descritas ao detetive, este, novamente, fazendo o possível para desvendar o caso.

Por fim, temos o único conto que Miss Marple protagoniza. Neste, intitulado A extravagância de Greenshaw, temos uma casa particularmente estranha e um caso de assassinato que chega a ser bizarro, sendo a vítima assassinada com uma flecha. Muito perspicaz, Marple busca solucionar o caso.


A Aventura do Pudim de Natal é um deleite para mim mesma, uma vez que me faz lembrar, com prazer enorme, dos Natais de minha juventude. - Agatha Christie.

Bem, não há como falar sobre Agatha Christie sem destacar sua genialidade. Até mesmo quando as coisas se mostram previsíveis, ela nos prova que não. Até mesmo quando você consegue adivinhar o assassino, ela revela uma motivação que você jamais teria imaginado.

Os personagens são típicos de uma obra da rainha do crime: alguns cativantes, outros dignos da nossa desconfiança e outros totalmente odiosos. Apesar de serem contos, os personagens são muito bem construídos, cada um com suas peculiaridades e com a personalidade bem definida.

Ao meu ver, o único ponto em que a obra deixa a desejar é no tamanho de alguns contos. Há uma certa discrepância: alguns são extremamente curtos, enquanto outros são bem maiores. Um deles, inclusive, quando eu menos esperava, acabou. Mas vale ressaltar que estamos tratando de uma obra de contos, não uma história só que se desenvolve durante todas as páginas, então, não vejo motivo para dizer que isso é um ponto negativo, pois a essência da autora permanece.

É uma leitura muito gostosa, afinal, e não requer nenhum conhecimento prévio, então, você pode muito bem adentrar no universo da rainha do crime pela obra em questão, sem ter prejuízo algum no entendimento dos personagens e das histórias. Claro, não é o primeiro livro em que Hercule Poirot e Miss Marple aparecem, mas isso não é nenhum problema: ambos estão brilhantes, como em todas as obras que aparecem.

Por fim, se eu tivesse que escolher os contos que mais me encantaram, eu não conseguiria. Eu adorei a obra como um todo e cada um dos contos teve pontos que mais me encantaram. Agatha Christie jamais decepciona!

A Aventura do Pudim de Natal | Agatha Christie
L&PM Editores | 272 p. | 2012
Ótimo

48 comentários:

  1. Olha só, mas isso é uma obra-prima escrita por Agatha ♥ Ainda mais trazendo dois dos personagens mais amados dela.
    O Caso das Amoras Pretas achei bacana, adoro um caso de suicídio,

    ResponderExcluir
  2. Eu sou doente pela agatha! Eu aprendi a gostar de ler com ela, tenho um apreço enorme por ela e tô tentando ler tudo que ela escreveu. Esse eu ainda não li, mas achei bem legal a premissa e deve ser tudo!!!
    Estou lendo um dela que também é uma antologia, espero gostar!!
    Amei o post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Olha que coisa maravilhosa, uma pessoa que aprendeu a gostar de ler com a "rainha do crime". Acredito que irá gostar sim, ela é incrível demais <3

      Excluir
  3. Oi, Gleydson!
    Eu nunca li nada da Agatha Christie e ano passado tive a oportunidade, e acabei passando ele, pois estava sem interesse nenhum. E na verdade, eu continuo sem interesse em ler os seus livros, por mais importantes que eles sejam (e ela também!).
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/2020/03/resenha-ao-farol.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que pena. Deve ser pelo gênero que não deve te agradar, acredito. Mas se um dia der oportunidade, aposto que irá gostar. Bjs!

      Excluir
  4. Oi, Gleydson como vai? Eu já li muitos livros da autora e todos que li me agradaram bastante. Este aí que você resenhou não li, mas certamente me agradaria, pois gosto de ler contos. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que agradaria sim! Se você já conhece a autora e já lê, esse é mais um clássico dela e provavelmente iria adorar também. Abraços!

      Excluir
  5. Oi, Gleydson.
    Eu adoro as histórias da Agatha e amei essa dica! Não me lembro de ter lido essas histórias e vou já procurar por essa coletânea!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Camila. Como não adorar, não é mesmo? Ela é incrível! Espero que você leia e ame tanto quanto eu. Abraços!

      Excluir
  6. Olá, Gleydson.
    Ela é minha autora favorita da vida. Já li todos publicados por aqui, mas sempre estou relendo porque sempre é gratificante ver como ela é genial em suas histórias.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sil! Que massa saber que você já leu todos que foram publicados no Brasil. Vou até adicionar isso às minhas metas haha. Como não amar essa mulher, não é mesmo?

      Excluir
  7. Oi Gleydson,
    Por enquanto, eu só li um livro da Agatha na vida e não foi uma experiência tão empolgante... Confesso. Porém, ainda não desisti. Quero ler mais obras dela, até porque, a Sil do blog Prefácio ama a autora e me deu dicas de quais livros serão os próximos para eu gostar mais.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico triste que não tenha te agradado tanto :( Eu espero que os que a Sil te indicou te agradem <3 Beijos!

      Excluir
  8. Olá

    Faz um bom tempo mesmo que não leio uma obra da autora.
    Comecei na adolescência com E não sobrou nenhum que até virou uma minisserie na BBC e que ficou tão boa que me motivou a ler mais obras dela.
    O título desse livro nunca tinha visto e por isso achei que fosse de algum autor contemporâneo haha

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li "E não sobrou nenhum", inclusive, tenho ele no meu Kindle. Preciso ler, todos falam que é uma das melhores obras dela.

      Excluir
  9. Oiii Gleydson


    Ah como assim eu não conhecia essa coletânea de contos da Agatha??!!! PRECISO ler esse livro, eu adoro as histórias dela, pra mim são meio que atemporais, nunca se tornam antigas ou antiquadas demais. Ainda não li nada da Miss Marple mas tenho alguns livros ficados nesta personagem no meu kindle, agora bateu uma vontade de ir ler. Já vou anotar o título desse pra adquirir assim que der.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ivy! SIM, eu tenho essa mesma sensação de serem histórias atemporais. Parece que ela as escreveu atualmente. A gente não lê como se fosse algo escrito há várias décadas, não é? Ela é incrível! Beijos.

      Excluir
  10. Oi
    nunca li nada da autora e tenho muita vontade, não tinha visto comentarem desse ainda, só que cada dia que passa ficou mais curiosa com a escrita da autora e que bom que gostou desses contos.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Espero que você mate essa curiosidade logo e fique muito viciado nos livros dela, assim como eu haha.

      Excluir
  11. Olá, tudo bem? Nossa realmente fiquei instigada em conhecer a escrita da rainha do crime por aqui. Não li nada da Agatha, ainda, porém sempre tive curiosidade e só me faltava oportunidade de tentar. Adorei a sua resenha, fiquei super tentada a conhecer. Dica mais que anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo ótimo! Tá esperando o quê para matar logo essa curiosidade? Haha. Espero que você goste muito da autora também. Bjs!

      Excluir
  12. Só tive uma experiência com a Agatha e não foi tão boa assim. Mas eu gosto de contos, então estou disposta a dar mais uma chance à autora.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Rumo aos 4K no instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, Luiza? Fico triste por sua experiência com a autora não ter sido tão satisfatória. Mas que bom que você está disposta a dar uma segunda chance. Mas se, ainda assim, você não curtir, deve ser porque você não se identifica mesmo com o estilo da autora ou com o gênero, não é? Obrigado pela visita, beijos!

      Excluir
  13. Oi Gleydson, tudo bem?
    Só li E Não Sobrou Nenhum da autora e me apaixonei!
    Não vejo a hora de ler mais obras dela. Inclusive anotei o nome desse livro, porque curto livros de contos e vou adorar ver essa versatilidade da Rainha do Crime.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pri! E Não Sobrou Nenhum é uma das obras da autora que eu mais quero ler e pretendo fazê-lo esse ano. Espero que goste dos contos também quando ler. Bjs!

      Excluir
  14. Olá, Gleydson

    Infelizmente eu tive uma experiência bem ruim com a leitura de Assassinato no Expresso do Oriente e desde então perdi toda a vontade de ler as demais obras da autora. Eu achei a escrita dela lenta e achei o Poirot muito enfadonho. Juro que me sinto mal, pois um dos gêneros que mais leio é thiller policial e ela foi uma das precursoras do gênero, mas não rolou. Como neste livro em questão o Poirot está presente, não seria através dele que eu daria uma segunda chance (caso haja uma)...
    Tenho que procurar um onde ele não esteja presente para ver no que vai dar. Rs

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tami! Tenta ler algum protagonizado pela Miss Marple, ela é tão incrível quanto Poirot. Espero que, se rolar a oportunidade de ler outra obra dela, você goste <3 Obrigado pela visita, bjsss!

      Excluir
  15. Olá Gleydson
    Estou encantada com essa resenha.
    Sou apaixonada pelas obras de Agatha Christie, massss ainda não li essa coletânea de contos.
    E contos são exatamente minha mais nova paixão.
    Especialmente esses devem ser muito interessantes com essa pegada de Natal versus mistério e suspense.
    Adorei o parágrafo onde você diz sobre a genialidade da autora: até o poderia ser considerado previsível tem camadas como não imaginar a motivação se descobrir o assassino.
    Sensacional sua resenha.
    Levo a indicação, quero muito ler.

    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luli. Fico muito feliz com esse feedback maravilhoso sobre minha resenha e sobre a obra também, claro. Muito obrigado pelo carinho, viu? Espero que você leia e goste tanto quanto eu. Beijão!

      Excluir
  16. Chateada porque ainda não li esse volume da autora hahaha
    Eu amo a Agatha Christie e acho incrível como ela consegue nos envolver do início ao fim. Adorei sua resenha, fiquei mais animada e não vejo a hora de ler

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ela consegue nos envolver até depois que a leitura acaba kkkk. A gente fica fascinado, não é? Espero que leia e goste desse.

      Excluir
  17. Mais uma resenha que serve de lembrete que preciso ler os livros da autora. Tenho 3 obras dela aqui, e preciso começar logo!!!

    Beijos

    Imersão Literária

    (Já estou seguindo o blog ❤️)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Leyanne. Tá esperando o quê? Até as obras pelas quais começar você já tem kkkk. Obrigado por seguir, beijão!

      Excluir
  18. Olá,
    Já li livros dos dois, e vi adaptações de ambos também. São incríveis. Mas acho que simpatizo mais com a Miss Maple.
    Como adoro contos, já fiquei curiosa pra conhecer a genialidade destes mistérios.

    P.S.: Lá no blog os comentários são moderados. Me senti meio mal por você ter enviado seu comentário tantas vezes, sorry.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nana. Eu adorei bastante a Miss Marple também, ela é tão incrível quanto o Poirot. E sobre os comentários, estava dando uns bugs quando eu estava comentando no seu blog, tentei mais de uma vez por isso, mas, pelo visto, acabaram indo todas as vezes kkkk. Abraços!

      Excluir
  19. Essa obra não li da rainha do crime, mas com certeza deve ser fenomenal, assim como as demais. Já anotei a dica, pois em breve desejo embarcar em mais uma aventura de Miss Marple nessa narrativa que está aguçando demais minha curiosidade. Parabéns pela excelente resenha!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Espero que leia mesmo e ame... Estou louco para ler mais obras com a Miss Marple, inclusive. Obrigado pelo feedback <3

      Excluir
  20. Oiiii,

    Eu não leio muito o gênero, mas sou louca para ler as histórias da Agatha, sua resenha foi tão empolgada e ressaltou a genialidade da autora e fiquei com vontade de conhecer esta história. Já super salvei a dica aqui para quando for sair da minha zona de conforto e finalmente for conhecer as obras da autora.

    Beijinhos...
    http://www.equipenerd.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Aninha. Obrigado pelo feedback sobre a resenha, fico muito feliz quando o leitor sente exatamente o que eu queria transmitir com a resenha. Obrigado pelo carinho, de verdade <3 Bjs!

      Excluir
  21. Olá!!!
    Eu até hoje só li uma obra da autora que eu gostei muito, porém acho que por não curtir muito contos essa seria uma obra da autora que eu deixaria passar pois acho que dela mesmo para mim funciona as histórias mais fechadas e longas.
    No entanto, espero que leia mais Agatha e cumpra a metá de ler mais a autora esse ano.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim. Muitos concordam contigo nesse ponto, inclusive, de que preferem as obras completas da autora. Obrigado pelo incentivo ♥ Beijos!

      Excluir
  22. Eu sou completamente apaixonada pelos livros da autora, leio livros dela desde os meus dez anos e meus personagem preferido da vida é o Hercule Poirot! Eu não conhecia esse livro ainda (como assim????) e já quero, não curto muito a Miss Marple, a mania que ela tem de sempre comparar os casos com algo em sua aldeia me irrita demais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro quando encontro alguém que lê Agatha desde novinho! ♥ Ela é incrível, não é? Realmente, ela compara os casos haha. Preciso ler mais livros com ela para saber se isso irá me irritar também.

      Excluir
  23. Olá!
    eu adoro um bom mistério, só tive oportunidade de ler um livro da autora e gostei demais das sacadas do Poirot, a inteligencia da Agatha, a criação e desenvolvimento é algo que prende rápido, já quero ler esses contos, dica anotada!

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto bastante. Livros que possuem um mistério já me instigam por si só, independente de qual seja haha. Bjs! ♥

      Excluir
  24. A Agatha é uma escritora que ninguém pode colocar defeitos! Admiro demais sua genialidade em construir enredos capazes de nos fisgar e nos confundir também. Adorei a indicação dessa coletânea!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bota genialidade nisso, viu, Maria Paula. Eu a amo demais ♥
      Considero-a uma escritora à frente do seu tempo.

      Excluir

Subir